Pensamento do dia (porque não encontrei outro título que encaixasse…)

 

Para quem tem fome de informação, é mais ou menos isto!

 

Sejam curiosos, pesquisem um pouco sobre as coisas, tentem compreender o porquê, como funcionam e o que fazem ao organismo. Não precisam tirar uma licenciatura para isso. simplesmente sejam eruditos. Saber nunca ocupou lugar!

Deixem-se dessa história de “Ah! Ele é que é o profissional! Confio cega e piamente nos seus ensinamentos.” Ninguém é detentor de toda a verdade, e a ciência evolui de dia para dia. O que hoje é verdade, amanhã pode não o ser. 

Pronto, falei!!

Ah! E não se esqueçam de ser felizes. 🙂

– Kathy Piedade

Anúncios

Pipocasssss… Pipocas everywhere!!! :D

Gentxeeeeee!!!!

Eu devo ter sido uma galinha na minha vida passada, porque não é normal gostar tanto de milho e derivados. Adoro milho na maçaroca, milho frito, cachupa, kamoca, bolo de fubá, pastéis de milho, puré de milho, crepe de milho… Só não gosto de milho doce enlatado mesmo porque o resto como e rezo por mais.

 

Pois, hoje venho vos falar de uma coitadinha, difamada no mundo das dietas e do emagrecimento: a querida PIPOCA!

É a parte em que vocês pensam: Esta gaja está mas é maluca. Onde já se viu incluir pipocas na dieta? Nem pensar! Vou ficar que nem um baiacú… bla bla bla

Parou? Posso falar? Então é o seguinte, fixe bem esta frase:

*TUDO NA MEDIDA CERTA E ADAPTADO À SUA DIETA, DÁ SAUDE e FAZ CRESCER (e não é para os lados :P)*

As pipocas não são as vilãs desta história toda. O que lhes acrescentamos é que faz toda a diferença! Na verdade, elas têm poucas calorias (cerca de 122 kcal/100 g) e são ricas em fibras e anti-oxidantes. Além disso, graças às fibras, o processo de digestão torna-se mais lento e dá aquela sensação de saciedade.

Vamos combinar que uma sessão de cinema sem pipocas, é tipo o Verão que estamos a ter neste momento. Sucks! Bléac!

Então, decidi mostrar-vos uma forma bastante saudável de fazer pipocas, sem sal e sem óleos.

Como fazer?
1. Um punhado de milho para pipocas + uma colher de sopa de água (sim, água), numa tigela de vidro que caiba no microondas.
2. Tape com parafilme e faça furinhos com um palito.
3. Leve ao microondas por 5 a 8 minutos, aproximadamente. (depende da potência do aparelho).

Relembro duas dicas fundamentais para umas pipocas saudáveis:
1. Não adicione sal/açúcar.
2. Use água em vez de óleos ou azeite ou outra coisa qualquer para estourar o milho.

 

Entretanto, deixo-vos este link e este, onde podem ver como é fácil fazer umas pipocas saudáveis.
**Não deu certo essa historia do microondas? Compre uma máquina de fazer pipocas. Fácil! 😛

 

Mas ATENÇÃO: Encher a pança de pipocas só porque (afinal) é saudável, deixa de ser tão saudável (como tudo, obviamente! Ex: o ovo é saudável mas nem por isso posso comer omeletes de 3 e 4 ovos inteiros todos os dias… ) Fora isso, super recomendo!

Beijooooo e bom fim-de-semana. 🙂

– Kathy Piedade

Sobre a tal água com limão em jejum… Feedback!

Como o prometido é devido…

Lambram-se de eu ter falado de uma tal “milagrosa” água morna de limão logo pela manhã? Pois bem, não consegui esperar passar 1 mês de experiência para partilhar convosco os resultados.

 

** Atenção: Estes foram os resultados que EU tive! Conheço pessoas que experimentaram e não lhes fez rigorozamente nada (pelo que me disseram). Têm que experimentar e tirar as vossas próprias conclusões. Cada organismo é um organismo diferente! Não somos todos iguais.**

Adiante…

 

Resultados: MUITO SUPER HIPER MEGA EXTREMAMENTE BONS!! Pelo menos, a nível dos intestinos, funciona que é uma beleza. 😀

imagem

Fiquei muito contente por ter, finalmente, encontrado algo que me ajude a lidar com a prisão de ventre e regular o meu trânsito intestinal.

Outra coisa que notei foi uma melhor sensação estomacal após o pequeno almoço. Não é que antes me caía mal mas depois que comecei a beber os 150 ml de água morna com limão minutos antes de comer, parece que o meu estômago já não estranha a comida pela manhã.

A parte do “estimula o sistema imunitário” também deve ser verdade. Com estas mudanças climáticas bruscas, tipo iô-iô, que temos sofrido ultimamente, podia ter dado para pior. 😛 Não adoeci.

Quanto ao alívio do stress…. Eh pá! Esse é que não notei mudança nenhuma. Vou ter que arranjar outra coisa qualquer…

 

Só tenho uma coisa a dizer: Provem e comprovem. 🙂

 

-Kathy Piedade

17 de Maio – Dia Mundial da Hipertensão Arterial

Hoje é dia Mundial da Hipertensão. Essa doença que sido detectada, cada vez mais, na camada jovem…

Sabiam que cerca de 40% da população Portuguesa sofre com este mal? É um número preocupante pois é uma doença que aumenta o risco de ataques cardíacos, derrames cardiovasculares e insuficiência renal e, ainda, pode causar cegueira e insuficiência cardíaca.

 

Já foram fazer o rastreio?
Sabem se fazem parte desses 40%? 
Sabem quais os valores normais e os valores considerados de risco? 

 

Se não sabem, está na altura de consultarem um médico ou, simplesmente, ir a uma farmácia medir a tensão arterial. É simples! Não é preciso estar em jejum, retirar sangue para análises e não dói nem demora nada. 🙂

Adoptem um estilo de vida saudável: façam uma dieta equilibrada, evitem o álcool e o tabaco, e pratiquem exercício físico regularmente!! Na maioria das vezes, a hipertensão está  associada a um consumo exagerado de sal nas refeições. Modere.

A hipertensão, apesar de ser uma doença crónica (sem cura), ela pode muito bem ser controlada de modo a evitar outras complicações.

LOGO-HIPERTENÇÃO

Sejam saudáveis. Sejam felizes. 🙂

Bom Sábado.

-Kathy Piedade

Resumo da semana: Retenção líquida

Resumo da semana? Muitos diriam: “QUEIMAAAAAAAA!!!!! :D”

Roubei gargalhadas a colegas de trabalho (mães, na casa dos 30) quando lhes respondi à pergunta “Estás com uma cara… Foste à Queima?” com um engraçado “Queima? Ah, já não tenho idade para isso!”… (Evitando dizer: Querem fazer babysitting ao meu trabalho enquanto vou ali “queimar-me” só um bocadinho e já volto? Por favorzinho…?)

Na verdade a minha queima foi outra… Foi Queima das Pestanas 2014!  hahaha

Conclusão:

1. (Muito) Mal tenho dormido

2. Não me aguento em pé no dia seguinte –> Vontade de treinar = zero ao cubo

3. Sono –> Stress –> Níveis de cortisol lá no céu –> Picos de insulina acima do céu –> FOMEEEEEEEE (de doces) minuto a minuto

4. Retenção de líquidos

5. E como se não bastasse, a minha querida amiga linda e maravilhosa (só que não) TPM!!

 

Eu sei… Muro das lamentações virtual! Sorry!

Enfim… 31 mil coisas que se juntam numa pessoa só de uma vez. Mas hoje tenho especial preocupação com a retenção de líquidos. Isso deixa-me profundamente irritada!

 

Como é que detecto isso?

– Quando estou a eliminar menos líquidos do que aquilo que ingiro (e continuo a beber exatamente a mesma quantidade de água de todos os dias).

– Quando os intestinos não estão a funcionar como deve ser.

– Quando noto mais a celulite (sim… eu tenho celulite!)

– Quando estou firme e forte na dieta e, mesmo assim, sinto-me inchada, “gorda”, flácida, mal-feita, etc etc

Primeira coisa a fazer: Identificar o foco do problema!!

Não adianta andarem com cremes milagrosos (que só consomem o vosso €€€), massagens XisPêTêÓs, beber 5 litros de chás diuréticos como cavalinha, hibisco, carqueja e outros (que mais depressa vos causa uma bela desidratação do que vos trata a retenção), sem saber realmente qual é a causa dessa retenção toda. Será um problema hormonal? Ou será que é um problema renal/cardíaco/hepático? Ou da alimentação? Ou da medicação?

As causas variam. Por isso, é importante perceber primeiro de onde vem o problema.

Segundo: Tratar o foco do problema

Sei que não é fácil quando o problema é bem mais complexo do que o que se poderia tratar com um simples cházinho diurético, mas o ideal é tratar a causa e não os sintomas. Porque só assim posso garantir que ao eliminar os sintomas, não os voltarei a ter.

No meu caso, aconselharam-me a fazer atividades relaxantes para tentar controlar o stress e a ansiedade, como Yôga, Pilates, Tai-Chi… Tudo muito Zen e relaxante e calmante (e essa gayísse toda que não tenho paciência! xD)

Logo eu, que prometi nunca mais fazer pilates por ter quase quase quase adormecido na aula experimental! Agora, olha… Lá vou ter que adormecer novamente 😛

 

Terceiro: Tratar os sintomas 

Digo terceiro mas pode ser em simultâneo com o segundo ponto. Este passa um bocado pela alimentação (coisa de que não me descurei e, portanto, é só manter o ritmo) 😉

– Beber bastante água ao longo do dia (Chás diuréticos ajudam mas é favor não abusar! Podem ser perigosos…)

– Diminuir a ingestão de sal (substituí-lo por manjericão, alho, salsa, orégãos, cebolinha, noz-moscada,  canela, gengibre, etc.)

– Fritos e gasosas, pelamordideus, NÃO!

– Fazer refeições mais leves ao longo do dia, com mais proteínas do que hidratos e privilegiando alimentos com acção diurética como aipo, a salsa, o chuchu, o agrião, o pepino, o repolho, o tomate, a berinjela, a cenoura, os espargos, a alcachofra e a alface.

– Ah! E continuar o exercício físico!! Ajuda bastante…

 

E, pronto! O resto vamos gerindo na medida do possível… hehe

** Estou aberta a sugestões, críticas e soluções!! 🙂 **

 

– Kathy Piedade

 

 

Aiii, que já vou tarde…

Aiii, que já vou tarde...

Estou profundamente I.N.D.I.G.N.A.D.A!!

 

Como podem ver, a distraída aqui deixou passar datas “importantes”… Vai ter que ficar para a próxima mas gostava mesmo de ter assistido. 🙂

O pior de tudo? Soube no próprio dia, através de um post no facebook de uma amiga com o bilhete na mão e o espectáculo prestes a começar. (Vá… já foi repreendida! hehe)
E vocês também não dizem nada? Ai ai… 😛

Já agora, para quem se interessa, ficam aqui as datas das próximas competições:

 

–> 23 e 24 de Novembro (Aveiro) <–

(Rezando para que esteja livre nesse fim-de-semana…) 😀

— Deixo também o link, para mais informações, aqui.

 

Beijinhos e treinem muito!! 😉

-Kathy Piedade

 

 

Um turbilhão de coisas e… Pouco tempo!!

3dabfdd01a889e2a1af3a45f47474cbe

SORRY!! SORRY!! SORRY!!

Podem mandar vir as 100 xibatadas (eu sei… estou a merecer)! hihihi

Antes de mais, quero pedir desculpa aos meus queridos leitores. Ultimamente, a carga de trabalho tem-me posto à prova e não me quero deixar vencer pelo cansaço, deixando de lado a dieta e os treinos.

Por isso vou ter que abrir mão de algumas coisitas (temporariamente, claro). Uma delas será o blog porque gosto de publicar artigos com algum rigor, com informação correta e realmente importante, e isso requer tempo e dedicação…

Portanto, vou estar mais ausente por estes lados. Mas continuo ativa na página do Facebook e, para quem quiser seguir-me no Instagram (@kathypiedade), esteja à vontade!! 😉

Agradeço a compreensão e prometo retomar a programação normal brevemente (vou tentando fazer atualizações semanais para não ficar completamente off). 😛 hehe

**Wish me luck!**

Bons treinos.

-Kathy Piedade

Super Mama Fit

Blog de fitness, alimentação, qualidade de vida, exercícios, dieta pós maternidade

from_portugal_with_muscle

Sharing fit stuff with the world!

NOSSO DIÁRIO DE TREINO

Informações sobre treinos e corridas de rua

My Beauty Prescription

Para uma pele de princesa